HELP DESK
Ainda não é cliente?
NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ!
Vendas | Prepare-se as estratégias de final de ano

O Natal é a melhor data em vendas para as empresas que trabalham no varejo. Entretanto, para aproveitar as oportunidades que ele oferece é preciso começar a pensar em estratégias, antecipadamente. A cada ano que passa, essa preparação começa mais cedo.

Fazer um Natal bom em vendas é condição estratégica para o varejista manter um caixa saudável, criando recursos suficientes para um fluxo positivo em meses posteriores, tradicionalmente limitados em vendas, quando o consumidor se vê com outras obrigações de pagamento.

Antes de definir qualquer estratégia, é preciso definir o que comprar e em qual quantidade. Produtos não podem sobrar e, principalmente, não podem faltar. Um exercício para não comprar demais e nem pouco, é comparar resultados anteriores com uma previsão para o ano em curso. Nessa época não pode haver, de forma alguma, falta de produtos e, tampouco, grandes sobras após a passagem do Natal, principalmente de produtos que são modismos. Nunca se esqueça que uma boa venda depende, a princípio, de uma boa compra. A relação é natural.

Quanto à decoração interna da loja, a recomendação é para que seja feita uma boa exposição dos produtos, evitando-se a repetição, de modo a estabelecer uma idéia de grande variedade. Dê especial atenção à vitrine e faça freqüentes ajustes em seu visual, por ser o principal chamariz.

Trabalhe com um conceito próprio de Natal para sua loja, de modo que toda a sua decoração acompanhe-o. No entanto, procure não repetir as mesmas coisas que tradicionalmente faz. O cliente, principalmente do varejo, deseja novidades.

Para cativar e surpreender os clientes durante as compras crie ações para presenteá-los. Um brinde ou uma simples lembrancinha da própria loja são opções que sempre agradam. Mesmo assim deixe algumas surpresas para serem apresentadas até o final do Natal. Não entregue tudo que fez de uma só vez. Saiba criar expectativas junto à clientela.

Caso tenha que contratar funcionários temporários para compor o quadro atual de sua equipe, faça um processo de recrutamento e seleção bem criterioso e com antecedência. Não se esqueça de respeitar as bases da legislação vigente para a contratação de temporários.

Embora sejam temporários, esses funcionários têm a capacidade de causar uma imagem perpétua, positiva ou negativa de sua loja. O novo funcionário jamais deverá fazer uso do tradicional jargão “sou novo aqui e preciso consultar meu chefe ou o gerente da loja para saber o que pode ser feito no seu caso”. Treinamento é essencial.

Uma boa recomendação para saber como as coisas estão indo é promover reuniões semanais para discussão das experiências do dia-a-dia. Além disto, sempre mantenha os funcionários mais experientes na linha de frente para contato com os clientes.

A qualidade do atendimento também precisa ser de bom nível para todos os clientes, independente do dia e hora que desejarem fazer suas compras. Tanto o primeiro como o último cliente deve sempre ser atendido com atenção e presteza.

Ofereça um atendimento mais emotivo aos clientes antigos, pois eles já têm uma relação com a empresa. Para novos clientes não se esqueça de cadastrá-los em seu banco de dados para ações de pós-venda.

Outro ponto que deve ser observado é a entrega dos produtos comprados pelo cliente na data combinada. Portanto, reveja sua estrutura de distribuição para não cometer falhas. Se você combinou a entrega do produto comprado para segunda-feira, entregue realmente na segunda-feira, e não no sábado.

Um último detalhe é definir uma sistemática de troca de produtos após a passagem do Natal e festas de fim-de-ano, dado que muitas compras são presentes.

Mesmo que sua empresa não atue no varejo, também é recomendável pensar no que será feito com relação à data, visto que ela é uma forma de aproximar relacionamentos com fornecedores, clientes e tantos outros agentes do ambiente de atuação da empresa.

Assim, se sua empresa atuar na indústria ou prestação de serviços, não se esqueça de confeccionar cartões para desejar boas festas. Outra opção é promover uma festa de confraternização. Decorar os ambientes interno e externo proporciona um clima diferente no trabalho, apreciado por todos.

Pense numa ação que possa torná-lo único, cause uma boa impressão e construa uma ótima recordação nos públicos que sua empresa mantém um relacionamento mais próximo. O clima das festas de fim-de-ano já está no ar!

© TBr Web - Tecnologia Brasil Web 2017