HELP DESK
Ainda não é cliente?
NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ!
Imagem Corporativa | Identidade visual, uma necessidade

Ter uma identidade visual coordenada é uma exigência do mercado. Sob este contexto, a empresa deve direcionar o foco de suas principais ações em aprimorar a sua forma de comunicação com o mercado, definindo um programa de identidade visual e contar com um profissional devidamente capacitado, é fundamental para economizar tempo, esforços e recursos.

Esse programa tem como objetivo normatizar e racionalizar os códigos visuais de sua empresa, gerando maior economia na comunicação de seus produtos e serviços, projetando uma imagem coordenada junto ao mercado.

Juntamente com o profissional contratado, você deverá responder uma série de perguntas, conforme sugestão de Gilberto Luiz Teixeira Leite Strunk, publicadas no livro “Como criar identidades visuais para marcas de sucesso: um guia sobre marketing de marcas e como representar graficamente seus valores” (Editora Rio Books, 2003, p.85).

•   Qual o motivo do projeto?

•   Qual o tipo de negócio da empresa?

•   Que venda ou que tipo de serviço presta?

•   Qual o seu posicionamento mercadológico? Qual o tipo de conceito a ser passado a seu público?

•   Que público é esse?

•   Qual o tamanho do negócio (faturamento, número de funcionários)?

•   Está associado a algum grupo? Isso deverá ficar explícito no projeto?

•   Qual a sua posição em relação à concorrência hoje?

•   Como acha que será esta posição daqui a uns três anos?

•   Pretende alguma alteração de mercado em termos de negócio?

•   E em termos geográficos?

•   Quais os itens prováveis nos quais a identidade visual irá se manifestar?

•   Quais os meios prováveis de reprodução dos elementos institucionais?

Em termos de ações práticas para criação de uma identidade visual forte, no aspecto externo, as ações deverão abranger todos os públicos com os quais a empresa se relaciona, que são os stakeholders, conhecidos no âmbito empresarial como clientes, fornecedores, concorrentes, entidades e segmentos múltiplos da comunidade.

Já no aspecto interno, a empresa deverá envolver seus colaboradores, os quais serão os responsáveis diretos pela propagação das mensagens aos clientes. Também será necessário recriar todo o material de comunicação:

•   folhetos e catálogos;

•   embalagem dos produtos;

•   materiais promocionais;

•   web sites;

•   itens de papelaria, como papel de carta e envelopes;

•   folha de rosto para fax e e-mail;

•   cartão pessoal e crachá para cada funcionário;

•   viaturas/automóveis;

•   instalações da empresa e suas sinalizações;

•   uniforme dos empregados.

As ações neste caso devem ser integradas - este detalhe é importantíssimo, principalmente no uso da logomarca da empresa. Trabalhar apenas com um aspecto, sem relacioná-lo a outro, tende gerar falhas.

Portanto, no final do projeto, deverá ser exigida toda a documentação do programa de identidade visual, pois nele deverá constar: como, quando e onde deverão ser usadas as imagens e as cores da empresa.

Deverá conter ainda as opções para impressão colorida, em preto e branco, original e reverso, e as margens de segurança.

Colocando tudo isso em prática, a empresa consegue criar um conjunto de diferenciais para distingui-la dos concorrentes, além de ampliar sua credibilidade - e isto deve ser reforçado, na prática, a todo instante.

Uma identidade visual eficaz não é construída de uma hora para outra - exige tempo, dedicação e muito trabalho, como já discutido anteriormente. A empresa que não investir nisto receberá a resposta, mais cedo ou mais tarde, do próprio mercado. 

© TBr Web - Tecnologia Brasil Web 2017